Mãe!

10/12/2017

Nome Original: Mother!
Traduzido: Mãe!
Direção: Darren Aronofsky
Gênero: Drama, Terror
Lançamento: 2017
Duração: 2h 1min
7,1

INFORMAÇÕES DO ARQUIVO
Idioma: Português e Inglês
Legenda: Português
Qualidade: HDRip
Nota do Áudio: 10
Nota do Vídeo: 10
Formato: AVI e MP4
Tamanho: 949 MB | 505 MB

Sinopse: Um casal vive em um imenso casarão no campo. Enquanto a jovem esposa (Jennifer Lawrence) passa os dias restaurando o lugar, afetado por um incêndio no passado, o marido mais velho (Javier Bardem) tenta desesperadamente recuperar a inspiração para voltar a escrever os poemas que o tornaram famoso. Os dias pacíficos se transformam com a chegada de uma série de visitantes que se impõem à rotina do casal e escondem suas verdadeiras intenções.

HDRip AVI Dual Áudio + Legenda
BRuploaD

Mp4 Dublado
BRuploaD

Mp4 Legendado
BruploaD


Insano. Apenas insano. No final tudo “faz sentido”. É algo inesperado, metafórico, relativamente compreensível. Se você busca puro entretenimento, passe longe. Se quer reflexão, achou o ouro.


8 comentários
  1. João Pedro disse:

    Nota 10

    Assisti na semana passada. Gostei muito do filme! É relamente algo grande que ninguém espera. Nunca vi uma sucessão de acontecimentos como em “Mãe!”, é sufocante, angustiante, dá medo e aflição. É uma história insana, mas que não foge tanto da nossa realidade se pararmos pra pensar! Quando você acabar de assistir, vai se sentir estranho. Não vai saber se gostou ou não, e vai ficar refletindo por alguns dias sobre o que realmente significa a história. Apesar de muitos discordarem, o filme é um tipo de terror mesmo não contendo muitos sustos e muito sangue. A questão é o incômodo que ele nos faz sentir. Eu super recomendo!!!

    Parabéns Yes Filmes! O melhor site de downloads, sempre trazendo as novidades em primeira mão!!!

  2. Ronaldo disse:

    Se for analisar o comentário de João Pedro, até que como filme de terror passa, mas não é bem assim. Segundo li em uma reportagem…trata-se de uma releitura livre da Bíblia o que torna uma blasfêmia este filme e realmente pavoroso. E assistindo ao filme dá pra ver que realmente foi baseado na Biblia. Os personagens de Javien Bardem e Jennifer Lawrence são respectivamente Deus e a Virgem Maria. Os personagens de Ed Harris e Michelle Pfeiffer são respectivamente Adão e Eva com os filhos Caim e Abel. A casa relatada no filme seria o templo de Deus onde aos poucos os fieis vão aparecendo aos poucos fazendo da casa uma zona (até uma boite aparece em seu interior) isso aos olhos sempre atônitos da personagem de Jennifer Lawrence (Maria) que fica sem entender nada e ainda ve seu filho (Jesus) ser assassinado pelos fieis. A boa vontade do personagem de Javier Barden (Deus) em receber todos os fieis é uma comparação nítida com a Biblia mas fazer da casa de Deus uma zona é um desrespeito! O diretor acertou em “Cisne Negro”, seu filme anterior mas errou feio neste ‘”Mãe”, e com toda razão foi um fracasso nas bilheterias americanas; Não sou crente, apenas um simples católico e mesmo sem entrar numa igreja há anos me senti muito incomodado com este filme, pra mim…pavoroso! Não recomendo…mas o mundo é livre…assiste quem quer. Mesmo sabendo que seria uma releitura livre da Biblia, pensei que fosse de uma forma diferente, talvez polêmico, mas não esse terror desrespeitoso que foi feito!

  3. Allan Donnola disse:

    Como sou burro para não gostar e não entender essa bosta de filme. Por isso sou Brasileiro com 5º série primária, operário, 5 filhos, dizimista fiel da igreja universal e cuspo pro alto que Jesus é bom.

  4. marco disse:

    Na minha opinião, sem mimimi, li a sinopse do filme, as critícas, mas achei o filme sem pé nem cabeça, um dos piores filmes do ano. Poderia ter a história contada de outra forma.

  5. Alex vitor disse:

    Só tenho uma a dizer sobre esse não entendi nada.

  6. Marcelo Sena disse:

    Acho que até o mais intelectual e cinéfilo não ia gostar desse filme ,,, Um sacooooooo …

  7. Erik disse:

    Filme fantástico que faz refletir muito. Senti pena de Deus e da Mãe. Não indicado para pessoas que tem dificuldade para pensar fora da caixinha

  8. geraldo disse:

    Apesar de poder ter várias interpretações, afinal até quadros onde o artista limpou as mãos passa por obra de arte (especialmente depois que o cara morre) não é verdade? Pondo todas as possíveis interpretações filosóficas de lado, que só alguns iluminados ou chapados irão ter, o filme cansa muito em determinados momentos que passa uma década em determinadas cenas, isto já mataria qualquer um de tédio. Em algumas partes do filme tive que colocar em velocidade 4x pois estava demorado demais na cena e minha esposa estava cortando os pulsos, assim, para resumir, o filme é uma merda.

Envie seu comentário
* Obrigatório
* Obrigatório (não será publicado)